MARKETING

12/11/2013

Exercite a sua memória!

Exercite a sua memória!

Aniversários, reuniões, compromissos, datas importantes, hora do remédio, músicas... De repente, “dá um branco” na memória e bate o esquecimento. Quem nunca passou por uma situação assim?
Por isso, cuidar da memória é tão importante como cuidar do corpo. Manter o cérebro sempre ativo é fundamental para envelhecer com saúde. “No Brasil, há um aumento da expectativa de vida. Esses cuidados devem começar cedo para que se tenha uma boa qualidade de vida após os 65 anos”, diz a dra. Elza Tosta, presidente da Academia Brasileira de Neurologia.
 

Como funciona
O sistema nervoso é o responsável por guardar tudo que você precisa. No cérebro ficam armazenadas todas as memórias visuais, auditivas, táteis, olfativas etc.
Quando aparece um problema, por exemplo, para resolvê-lo você busca dados recentes e antigos guardados que podem ajudar. “O cérebro armazena milhões de informações, que se você precisar pode encontrá-las lá”, comenta a doutora.
No entanto, alguns fatores podem comprometer o bom funcionamento de sua memória, como sedentarismo, excesso de bebida, fumo e estresse. Diabetes, hipertensão arterial e doenças cardiovasculares também prejudicam.
 

Dicas para melhorá-la
Para que sua memória funcione corretamente, é importante dormir bem. “Alguns estudos mostram que um fator que compromete a qualidade da memória é o sono agitado”, diz Elza.
Exercícios físicos podem ser bons aliados. Mas lembre-se sempre de escolher um que você goste, para que essa atividade seja um momento de lazer.
Segundo a especialista, uma dica de exercício é ler um texto e interpretá-lo, pois assim você memoriza o que leu. “Outra opção é conversar com outras pessoas sobre a leitura”, recomenda.
As famosas palavras cruzadas também ajudam a estimular a memória. Mas para que a atividade seja um estímulo contínuo é importante sempre mudar o jogo, para evitar memorizar as palavras.
 

Quando a idade chega
A partir dos 65 anos, recomenda-se procurar um médico para fazer um acompanhamento e prevenir doenças, como, por exemplo, o Alzheimer, que é uma doença que pode afetar a memória.
“Antes disso, você pode visitar o médico, caso tenha dificuldade ao fazer compras, não se lembrar dos preços, ou com problemas no âmbito financeiros, como esquecer a senha do banco, ou até mesmo se na relação familiar estiver impaciente”, finaliza a dra. Elza.

Copyright 2009 - Valedourado Plus!
SAC 0800 979 5600 Fundação